Resenha: Presságio: O Assassinato da Freira Nua

Título: Presságio: Assassinato da Freira Nua
Autor: Leonardo Barros
Editora: Novo Século
Número de páginas: 220
ISBN: 978-85-7679-804-0
Classificação: 4,5/5.
Alice tem vinte e seis anos e, desde a adolescência, é atormentada por presságios. Desacreditada por psiquiatras, ela é considerada psicótica, até que uma de suas visões a possibilita desvendar um misterioso homicídio. A polícia atribui a autoria do crime ao Beato Judas, um assassino serial de freiras, mas a descrição do suspeito não se parece em nada com o homem que ela viu em sua premonição.
Agora Alice terá de correr contra o tempo para provar que não é louca e para evitar que o assassino faça uma nova vítima.
Suspense, misticismo e sensualidade se misturam neste fantástico thriller policial que parece ter a capacidade sobrenatural de manter seus leitores alucinados, da primeira à última página!
Como estou amando esse tipo de história que prendem o leitor da primeira a última página, e com Presságio : Assassinato da freira Nua, não foi nem um pouco diferente.

"...Se foi um inimigo que o matou, por que diabo me deixaria viver? Seria muito mais prático matar os dois e ocultar qualquer evidência! [...] pág. 127
 
O livro já começa a todo vapor: Houve o assassinato de uma freira, que aparentemente parece ser vítima de estupro. Mas quem seria capaz, de matar de uma forma tão brutal uma freira?
Alice, tem 26 anos e tem um dom: ela pode ver o que irá acontecer e ver coisas que já aconteceram, ou seja são presságios. Ela dizia sobre o seu dom para algumas pessoas e todos achavam que ela era louca, resultado: 8 psiquiatras diferentes. Ela divide apartamento com a sua amiga Geórgia, que o seu namorado Walter, fica por lá direto, em certos momentos achei até que ele morasse lá, porque não saia de la.
Alice contou a amiga que tem esses presságios, mas ela não acredita que uma pessoa possa realmente ter esse tipo de coisa.Para que a amiga desencane desse assunto e esfrie um pouco a cabeça, ela convence a amiga a ir a uma festa a fantasia.
Na festa rola de tudo, bebidas, drogas... o cenário perfeito para um crime.
Durante a festa, Vivian é assassinada, mas como saber quem foi o assassino já que todos estavam fantasiados? E quando perguntavam as pessoas que estavam na festa elas não se lembravam daquela noite?
Acontece que Alice teve um presságio com o assassinato de Vivian e viu que o assassino era um cara que vestia uma fantasia de diabo com direito a tridente e tudo, mas a única que parece que viu o sujeito foi ela, ninguém se lembrava da moça perto de um cara.
Até que prendem o assassino, mas quando Alice vê o garoto, que foi o acusado dos dois crimes -o assassinato da Irmã Bianca e o de Vivian - percebe que não é ele o responsável pela morte de Vivian e que o assassino está a solta pelas ruas.
Agora resta a Alice desvendar quem é o 'Beato Judas' - pois é esse é o nome do assassinos das duas mulheres, pois uma era freira e Vivian tinha ido a festa fantasia vestida de freira. Então, Alice irá se , meter em várias situações para descobrir quem é o verdadeiro assassino.
"... Mas vou dizer: você é calada demais pra ser louca! soltou o volante, virou-se para Alice e sofismou: - Só é louco quem fala demais!Porque, se você não fala nada, as pessoas não adivinham o que etsá dentro da sua cabeça! Pode ser a pirada mais demente de todas! Mas, se você não fala nada, você é normal, entendeu?! - e riu novamente. "Pág 160
Quem me enviou este livro foi o autor Leonardo Barros, que é parceiro aqui do blog. Eu já falei isso em uma outra resenha, mas torno a repetir: Pessoal, parem de preconceito e deem chance aos autores nacionais, você não irão se arrepender nenhum pouco.

Eu adorei o livro, te prende do começo ao fim, já que logo de cara na primeira página a policia está investigando a morte brutal de uma freira, e te garanto o livro não perde o seu ritmo, se mantém assim até a sua última página.

Eu fiquei com pena da Alice em vários momentos, porque ela tentava alertar as pessoas, mas ninguém acreditava nela, era sempre taxada de louca. Teve em um momento que eu ri muito da cara dela, a forma e a situação em que ela foi flagrada tendo um de seus presságios.
Aí que vontade de matar aquele Cardosinho, sério, cara mais sem noção, mas acho muito bem do que merecido o que aconteceu com ele.
A história tem suspense, misticismo e sensualidade. É um livro que agrada um grande número de público. Amei mais ainda, porque, como eu já disse no inicio estou viciada em histórias de investigação com um pitada de thriller policial e com um toque de sobrenatural, foi a cereja do bolo.

Sim, o livro veio autografado. Mais uma vez, Obrigada Leonardo.

Só tenho uma coisa para dizer: Leiam!!!

5 comentários

  1. Oi, Aline.
    Adorei a resenha e fico feliz que tenha curtido a leitura.
    Obrigado pela divulgação e um super beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado, Leonardo.

      Excluir
    2. Fico feliz que tenha gostado, Leonardo.

      Excluir
  2. Nossa, adorei!!!
    Vou procurar o livro!
    *--*

    ResponderExcluir

Nome:
Blog/Site:

Topo