#Desafio de Férias: Princesa Adormecida - Paula Pimenta

Finalmente, terminei de ler o meu primeiro livro do desafio. Eu sei que tem pessoas que já estão no terceiro livro e que já tem as duas resenhas postadas. Mas aqui estou eu trazendo a primeira.
Título: Princesa Adormecida.
Autora: Paula Pimenta.
Editora: Galera Record.
Número de páginas: 189.
ISBN: 9788501034205
Era uma vez uma princesa... Você já deve ter ouvido esta introdução algumas vezes, nas histórias que amava quando criança. Mas esta princesa sou eu. Quer dizer é assim que eu fiquei conhecida. Só que minha vida não e nada romântica como são os contos de fadas. Muito pelo contrário. Reinos distantes? Linhagem real? Sequestro? Uma bruxa vingativa? Para mim, tudo isto só existia em livros. Meu cotidiano era normal. Tá, quase normal. Vivia com meus tios, era boa aluna, tinha grandes amigas. Até que, de uma hora pra outra, tudo mudou.Imagina acordar um dia e descobrir que o mundo que você achava que era real nada mais é que um sonho. E se todas as pessoas que você conheceu na vida simplesmente fossem uma invenção e, ao despertar, percebesse que não sabe onde mora, que nunca viu quem está do seu lado, e, especialmente, que não tem a menor ideia de onde foi parar o amor da sua vida. Se alguma vez passar por isto, saiba que você não é a única. Eu não conheço a sua história, mas a minha é mais ou menos assim...

 Eu desde pequena sempre ame a história da Bela Adormecida. Chega de novos contos da Cinderela, a princesa que se tornou moderna agora é a princesa Áurea. 
Assim que Doroteia conheceu Stefan, foi amor a primeira vista. Quem os apresentou um ao outro foi uma amiga, que mais tarde se tornara uma grande amiga do casal e mais tarde ainda uma grande pedra no sapato. Stefan, nada mais é que descendente da família real de Liechtenstein. Doroteia que fora a Europa para estudar, depois de um tempo, volta para pegar suas coisas e se juntar ao homem que ama, e assim começaram os preparativos para o casamento, porém, houve um pequeno imprevisto. Doroteia ficou grávida e sua gravidez era de risco, por isso, o casamento foi adiado até o nascimento da criança.
Nasceu uma linda menina, e deram-se continuidade aos preparativos para o casamento, mas decidiram que no mesmo dia do casamento eles fariam o batismo da criança. Mas este, dia que seria de felicidade em dobro, quase que não pode ocorrer, pois, a mesma pessoa que apresentou um ao outro, tentou separa-los mas como sua tentativa falhou, o elo mais forte que unia sempre um casal, era um filho.
Sendo assim, no dia do batismo da menina, ela sequestrou a Áurea, mas graças a um garotinho que viu, avisou as pessoas e a malfeitora foi presa. Tempos, depois ela foi solta, e começaram a chegar cartas aos pais de Àurea ameaçando que a menina não teria mais tanto tempo de vida. Sendo, assim quando atingiu cinco anos de idade forjaram uma morte, para a criança assim, Marie (a malfeitora), não teria como causar nenhum mal a menina.
De Áurea, a menina passou a se chamar Rosa, e veio morar aqui no Brasil, com seus tios que sempre cuidaram muito bem dela. Eles eram super protetores. Quando completou dezesseis anos suas amigas de internato, deram como presente a amiga, uma noite fora do internato. Os tios da Rosa, não deixavam ela sair de casa e suas migas eram escolhidas a dedo. Sendo, assim na noite de seu aniversário, Rosa sai pela primeira vez com suas amigas em uma espécie de boate. Alguns dias depois, ela começa a receber mensagens de um número desconhecido, conversa vai conversa vem, ela descobre que é Phill. Mas, para falar a verdade ela não conhece garoto algum, já que o internato é apenas para meninas, então como um desconhecido conseguiu o seu número?
Depois da primeira noite, ouvir aquela voz se tornou essencial. era como se meu dia só ficasse completo assim; acho que eu poderia viver sem ar, mas não sem ouvi-lo dizer meu nome![…]” - pág.88. 
E assim se segue  a trama. Quando eu estava lendo parecia que eu estava lendo um livro da Meg cabot. Mas como dizem que a Paula Pimenta é a nossa Meg Cabot brasileira, eu concordo. É uma trama que te envolve, você lê em poucas horas. É uma ótima maneira de recontar uma história clássica que eu simplesmente amo.


Confesso que nunca tinha lido nada da autora Paula Pimenta. Mas agora que li, quero ler mais obras.

Super indico, para quem não tiver nada que ler no final de semana.

Bom, esta foi a minha primeira meta do Desafio de Férias, e amei, ainda esta semana terá mais uma resenha, de outro livro do desafio que já esta quase no fim.
Até a próxima... ;)

2 comentários

  1. Parabéns pela resenha!!!
    Esse livro me pareceu tão adolescente rsrs...mesmo assim fiquei interessada.

    Bjs
    Jéssica Rodrigues
    http://lilianejessica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. O livro parece ser muito fofo! Boa resenha!
    Tenho curiosidade de ler Paula Pimenta, não sabia que ela era comparada com a Meg Cabot =D
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir

Nome:
Blog/Site:

Topo