Resenha: Anjos e Demônios - Dan Brown


Título: Anjos e Demônios
Autor: Dan Brown
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 416

Finalmente consegui terminar de ler Anjos e Demônios do Dan Brown.o/
O que dizer desta leitura? A-M-E-I. Super recomendo. Muito bom. É uma leitura que prende o leitor do começo ao fim.
Se você está cansado de ler romances, e se afastar um pouco das ficções, leia Dan Brown.
Primeiro eu fiquei em dúvida se eu lia o Código da Vinci ou Anjos e Demônios, mas um amigo meu me indicou que lesse Anjos e Demônios por primeiro, porque é a primeira aventura de Robert Langdon. Então, leiam este antes para depois ler o outro.
É um livro de investigação.
"Anjos e Demônios é escrito em estilo irresistível e acessível. Você prefere não dormir só para ler mais um pouquinho. Ele trata de questões que passam pela cabeça de todos: a existência de Deus, a possibilidade de se ter fé em um Universo que parece ter profunda indiferença por nós, a reconciliação entre o cientifico e o espiritual. Só que o livro leva o conflito entre razão e fé a uma conflagração apocalíptica." - Marcelo Gleiser, autor de A Dança do Universo.
O enredo se inicia com o assassinato misterioso de um padre que também é físico, Leonardo Vetra. Este padre foi assassinado brutalmente, por causa de que ele guardava um segredo de um projeto no qual ele e sua filha vinham trabalhando. - Sim você leu certo ele tem uma filha.
Este padre e sua filha, Vittoria Vetra, moram em um centro de pesquisas - um lugar parecido com isso-,  o CERN, onde vários físicos e cientistas moram e assim desenvolvem seus projetos e estudos. 
Quando Leonardo morreu, o diretor deste centro Maximilian Kohler chamou um professor de Harvard, para investigar o ocorrido. - Eu sei louco, né. - Mas se era um assassinato, por que chamar um professor que leciona simbologia religiosa em Harvard?
Eu vou explicar isso porque vai estar já esta segunda página. O Robert foi chamado pois, no corpo, havia sido marcado com fogo uma marca muito curiosa, de uma fraternidade extinta a mais de 400 anos. A marca do Illuminati.


"Simplesmente, o objetivo do terrorismo é criar terror e medo. O medo abala a confiança nas instituições. Enfraquece o inimigo de dentro para fora, causa inquietação nas massas. Escrevam isto: o terrorismo não é uma expressão de raiva. O terrorismo é uma arma política. Quando se acaba com a fachada de infalibilidade do governo, acaba-se com a fé do povo. "-pág. 135.
" ...A fé, todas as formas de fé, são advertências de que existe algo que não podemos compreender, algo a que temos de responder. Com fé, prestamos contas uns aos outros, a nós mesmos e a uma verdade maior. A religião é falham mas só porque o homem é falho. Se o undo exterior pudesse ver a Igreja como eu vejo, além do ritual de dentro dessas paredes, veria um milagre moderno, uma fraternidade de almas imperfeitas e simples, querendo apenas ser uma voz de compaixão em um mundo do qual se está perdendo o controle." - pág. 286
Mas esse foi apenas o inicio dessa insanidade de assassinatos. Neste mesmo dia estava acontecendo o Conclave na cidade do Vaticano - que é uma reunião onde vários cardeais se reúnem para eleger um novo Papa-. Mas isto não era uma mera coincidência.
Havia 4 cardeais que eram os preferidos para serem eleitos Papa, mas só que alguns minutos antes de o Conclave começar, descobriram que os cardeais haviam sumido, ou pior ainda, eles foram sequestrados. Como eles sabiam que os cardeais haviam sido sequestrados? A própria pessoa que os tirou de lá, avisou que a cada hora um deles seria assassinado. Isso ocorreria até as 24:00.
Mas por que os Illuminati estavam fazendo isso? Ora, simplesmente, porque os Illuminati em muitos tempos atrás foram os grandes inimigos da Igreja Católica. A Igreja Católica meio que exilaram eles do restante da sociedade, por isso eles ressurgiram para se vingar.
Cada cardeal iria morrer com um símbolo, que eram: Terra, Ar, Fogo e Água.



Esqueci de comentar, que o Leonardo Vetra foi assassinado, porque, eles queriam roubar o seu projeto? Que era a antimatéria, que tem um alto poder de destruição? E que ela estava na Basílica de São Pedro? E que as 24:00, o Vaticano iria pelos ares?
Onde se encaixa o Robert Langdon nisso tudo? Ele vai estar muito envolvido nestes fatos. Disso você pode ter certeza.
Dan Brown sabe como escrever, uma boa história de investigação e mistério.


Nenhum comentário :

Postar um comentário

Nome:
Blog/Site:

Topo