Resumo: Lucíola - José de alencar



Lucíola - José de Alencar
Editora: Ática
Número de páginas: 127
Faz parte da coletânea Série bom Livro.


Como eu já havia dito aqui antes, eu irei postar alguns resumos das obras da literatura brasileira. Claro que não será muitas, porque eu não li, mas algumas das que eu li vou compartilhar  a minha ideia aqui com vocês.

Não que eu tenha lido muito dos clássicos da nossa literatura, mas Lucíola, é o meu preferido. Gosto da escrita de José de Alencar, não é tão complicada como a de Machado de Assis. :)
Voltando ao livro

Lucíola é um romance, que faz parte do período literário do romantismo.

A história se passa no Rio de Janeiro, na metade no século XIX (19). Alencar sofreu várias críticas na época, pois essa sua obra aborda temas polêmicos -pelo menos naquela época, eram considerados polêmicos, agora são quase que 'normais'.



O livro conta a história de Paulo e Lúcia ou Maria da Glória. Paulo era um estudante recém chegado na cidade. Paulo e Sá, vão a festa da Glória, que é uma grande festividade religiosa. em meio a uma multidão de pessoas, uma senhora lhe chama a atenção, mas só que esta mulher não era uma "senhora", ela era na verdade uma prostituta, mas só que sua aparência não denunciava isso. O amigo de Paulo, Sá, disse para ela ir fazer a corte para ela - dar em cima dela- mas Paulo não acreditava naquilo que seu amigo dizia, porque ela era educada, se portava muito bem, então ela não passava uma ideia de que fosse uma prostituta.Mas eles começaram a ser amigos, ele costumava ir muito a casa dela, e os seus encontros começaram a ser mais frequentes em teatros e alguns eventos, mesmo que nestes eventos, não fosse tão agradável a presença dela assim, porque a maioria desses eventos só iam homens e digamos ela era a atração principal. Mas Paulo, não gostava apenas do corpo de Lúcia, mas ele acabou se apaixonando por ela, e ela por ele. Ela realmente tentou se livrar daquela vida, foi até se isolar em uma fazenda, e contou a Paulo toda a sua história, como ela tinha entrado nesta vida, que fora pelo motivo de salvar a vida da sua familia, que estavam muito doentes, e embora ela sendo nova, apenas ela poderia cuidar deles, como não tinha outra opção ele teve de vender o seu corpo. Seu pai quando soube como ela conseguira dinheiro a expulsou de casa, então, ela teve que continuar com aquela vida. Passado um tempo depois, toda a sua familia morreu e a única que sobrou foi a sua irmã mais nova, Ana, que Lúcia a colou em uma colégio interno, e com o dinheiro que ganhava ela criou uma espécie de poupança para sua irmã. Lúcia acabou ficando grávida de Paulo, mas com isso acabou ficando muito doente também, por mais que ela amasse Paulo, ela não queria que uma criança saísse de seu corpo, pois ela considerava impróprio, que uma criança pura saísse de um corpo imundo, era assim que ela pensava. Lúcia faleceu e com ela o seu filho. Paulo serviu como um pai para Ana.
"Tu me purificaste ungindo-me com teus lábios. Tu me santificaste com o teu primeiro olhar! Nesse momento Deus sorriu e o consórcio de nossas almas se fez no seio do Criador. Fui tua esposa no céu! E contudo essa palavra divina do amor, minha boca não a devia profanar, enquanto viva. Ela será meu último suspiro."
Esse foi um clássico da literatura, que realmente me fez chorar. É um dos meus favoritos, porque, mesmo Lúcia levando uma vida errada ela não fazia pelos motivos que as outras mulheres faziam, para ter um prestígio, uma boa vida. Ela fazia pensando na sua irmã, ela não se importava com esses luxos. E ela mostrou que quando você realmente quer mudar e tem os incentivos certos, você consegue.

Super recomendo.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Nome:
Blog/Site:

Topo